Manaus (AM), Quinta, 17 de Abril de 2014. Bem vindo(a)!
 
 
PNCQ - Programa Nacional de Controle de Qualidade
Vieira Cirurgia Plástica
ÍNDICE
Monoteste
Comentários Em pacientes com suspeita de mononucleose infecciosa (MI) ou outro quadro atribuído ao vírus Epstein-Barr, o
monoteste é indicado como teste inicial. É um teste de aglutinação rápida para pesquisa anticorpos heterófilos,
que apresenta sensibilidade semelhante ou ligeiramente superior à reação de Paul-Bunnell. Estes anticorpos
são IgM que reagem contra antígenos da superfície de hemácias de carneiro e cavalo, mas não com células
renais de cobaia. Tornam-se positivos na MI dentro de 4 semanas após a infecção, diminuem após a fase
aguda, mas podem ser detectados por 6 a 12 meses. Cerca de 10% a 20% dos casos de MI podem não
apresentar anticorpos heterófilos. Este fato é mais comum em crianças. Apresenta sensibilidade de 63% a 84%
com especificidade de 84% a 100%. Falso-positivos para anticorpos heterófilos têm sido reportados em
pacientes com linfoma, hepatite viral e doenças auto-imunes. Deve-se lembrar que a maioria dos pacientes
imunodeprimidos não produz anticorpos heterófilos. Nos pacientes com suspeita de EBV, quadro hematológico
sugestivo e monoteste positivo não há necessidade de determinação de anticorpos para antígenos específicos.
Caso a pesquisa de anticorpos heterófilos seja negativa e ainda exista suspeita de MI, anticorpos contra
antígenos específicos (anti-VCA) devem ser solicitados.
Método Aglutinação
Valor de referência Negativo
Condição - 0,2mL de soro.
- J.O. 8h.
[índice de exames]
 
 
   
Rua Monsenhor Coutinho, 835, Centro - CEP 69010-110 (92) 3234-5690
 
Desenvolvido porDesenvolvido por WebFix Soluções Virtuais