Manaus (AM), Quinta, 24 de Julho de 2014. Bem vindo(a)!
 
 
PNCQ - Programa Nacional de Controle de Qualidade
Vieira Cirurgia Plástica
ÍNDICE
VDRL
Comentários Tteste não treponêmico, utiliza como antígeno a cardiolipina que normalmente ocorre no soro em
níveis baixos e apresenta-se elevado na sífilis. O VDRL é uma reação de floculação, apresentando alta
sensibilidade e baixa especificidade. Torna-se positivo duas semanas após o cancro. Falso-negativos
podem ocorrer na sífilis tardia. Cerca de 1% a 40% dos resultados de VDRL são falso-positivos: idosos,
portadores de doenças auto-imunes, malária, mononucleose, brucelose, hanseníase, hepatites,
portadores de HIV, leptospirose, usuários de drogas, outras infecções bacterianas, vacinações e
gravidez. Geralmente, falso-positivos mostram títulos de até 1:4, mas títulos maiores podem ser
encontrados. Na avaliação do tratamento observa-se que na sífilis primária e secundária, os títulos
caem cerca de quatro vezes em três meses, e oito vezes em seis meses, negativando-se em um a dois
anos. A persistência de títulos elevados ou a não redução em quatro vezes dos títulos, após um ano de
tratamento, pode indicar necessidade de novo tratamento. Resultados positivos de VDRL no líquor são
encontrados em 50% a 60% dos casos de neurossífilis, com especificidade em torno de 99%. Após
tratamento, entre três e seis meses, os títulos caem entre três e seis meses, podendo demorar anos
para negativarem. Linfocitose e aumento das proteínas são evidências de neurossífilis ativa.
Método Floculação
Valor de referência Não reativo
Condição - 0,3mL de soro - liquor.
- J.O. 8h.
[índice de exames]
 
 
   
Rua Monsenhor Coutinho, 835, Centro - CEP 69010-110 (92) 3234-5690
 
Desenvolvido porDesenvolvido por WebFix Soluções Virtuais